Como vistoriar um imóvel

Comprou sua primeira casa? Parabéns! Provavelmente você o fez a custa de muito de muito esforço, não é?
Agora vem a segunda etapa, montar e decorar a casa dos seus sonhos! Mas antes de começar o quebra-quebra, você precisa aprender como vistoriar um imóvel

Mas, como vistoriar um imóvel pode ser importante? Porque você pode deparar com um vazamento inesperado, um sistema elétrico pronto para incendiar a sua casa ou um telhado desabando na sua cabeça (no caso de você ter comprado um imóvel antigo), se não o fizer!

Portanto verifique abaixo a condição do seu imóvel segundo a situação a que pertence: imóvel novo ou imóvel usado e vistorie o seu imóvel: 

Imóvel novo

Se o imóvel é novo, você deve vistoriar:

Parte Elétrica

Num imóvel novo é possível determinar a posição dos móveis grandes baseando-se nas tomadas disponíveis. Elas são projetadas pela construtora em pontos chave para a distribuição possível dos móveis, como laterais do sofá, cabeceiras de cama ou canto da TV.

Por isso, é bom avaliar a instalação elétrica e pensar na utilização ideal dos cômodos. Faça uma vistoria dos pontos de eletricidade e verifique se há tomadas suficientes em todos os cômodos. Se for necessário incluir mais tomadas, isso deverá ser feito antes de instalar os acabamentos (piso e revestimento das paredes).

Preparar circuitos que permitam estabelecer diferentes climas na iluminação é outra providência para esse momento (vamos falar de iluminação com mais ênfase mais pra frente, por hora saber que o sistema elétrico, pontos de luz e tomadas devem ter sido avaliados neste momento é o suficiente).

Parte Hidráulica

Em imóveis novos costuma haver poucas adaptações a fazer. Nestas situações é relativamente simples remover um bidê ou instalar uma banheira desde que não se mexa em pontos de entrada e saída de água.

Verifique se as torneiras e chuveiro (ou a saída de água do chuveiro) funcionam perfeitamente e se a água escoa pelos ralos sem acumular água em excesso e se os sifões não apresentam vazamento enquanto as torneiras estão abertas.

Piso

As construtoras, em sua maioria, entregam os imóveis no contrapiso, exceto as áreas laváveis que vem com um piso padrão. Cabe ao proprietário escolher os acabamentos e concluir o serviço, o que é bom, pois você poderá fazer o que desejar com seu piso deixando ele com “a sua cara” sem ter que necessariamente gastar muito para isso.

Paredes

Como no caso dos pisos, as paredes são entregues acabadas com massa corrida e tinta acrílica fosca normalmente branca. Nas áreas molhadas algumas paredes podem vir revestidas com algum tipo de cerâmica mas, apenas em áreas críticas como área do chuveiro e paredes de respingo da cozinha e área de serviço. As demais paredes precisarão de revestimento se não quiser ficar apenas com o acabamento em tinta.

Esquadrias

Normalmente não haverá problemas com elas, pois sendo um imóvel novo, recém entregue, é certo que o material será de qualidade e estará em perfeitas condições. Você só as substituirá se realmente não gostar do estilo ou do material de que são feitas.

De qualquer maneira, se seu imóvel estiver em um prédio de apartamentos, deverá solicitar autorização do condomínio para substituição destes itens, mesmo se for uma casa, pois agora há normas mais rígidas quando se tratar de reformas em casas e apartamentos e as esquadrias fazem parte dos itens que se devem ter acompanhamento de um engenheiro ou arquiteto antes de substituí-las.

Imóvel antigo

Se o imóvel é antigo, verifique a situação do:

Piso

Está conservado? O que há abaixo dele?

Um piso de taco com aparência irregular e manchado precisa ser recuperado. Agora se a madeira já recebeu várias raspagens, vale a pena substituí-lo. Como saber isso? Retire algumas peças do piso e veja se a espessura dele tem pelo menos 1,4 cm, se não tiver é hora de trocar.

No andar térreo a umidade no terreno pode afetar o novo piso, principalmente os porosos como o granito e o mármore, por exemplo. Verifique se o imóvel está num local favorável a alagamentos. Se você está na fase de procura dos eu primeiro imóvel, visitar o imóvel em épocas de chuva é aconselhável.

Uma solução pode ser reforçar a impermeabilização antes de assentar o revestimento.

Paredes

Como está o aspecto das paredes, estão lisas e firmes? Ou apresentam rachaduras, manchas ou mofos?

A massa que compõe as paredes, está esfarelando? Então é preciso reaplicá-la, caso contrário a estrutura poderá ficar fragilizada.

Mas se houver problemas nos tijolos, então as paredes terão que ser refeitas.

Teto e Telhado

como vistoriar um imóvel

O telhado sofre com a ação do tempo, as telhas de barro se desgastam com o sol e a chuva e mesmo não estando quebradas, absorvem a água e umedecem ripas e caibros, tornando a troca inevitável.

Também é bom ficar atento aos sinais de fungos e cupins nessas madeiras, uma vez constatado alguma destas pragas, não há solução, é preciso fazer a substituição.

Plantas Estruturais

plantas estruturais-vistoriar imóveis

Consiga as plantas estruturais com antigos moradores, elas são fundamentais para saber onde se encontram colunas, vigas e paredes de apoio.

Parte Hidráulica

Casas antigas costumam ter canos de ferro, o ideal é trocá-los por PVC ou cobre. O mesmo vale para as manilhas de barro que causam infiltração, por isso também devem ser substituídas por outras de PVC.

Hidraulica2

Verifique se há sinais de umidade nas paredes e no piso, se houver e não conseguir identificar de onde vem, não saia quebrando tudo, chame uma empresa caça-vazamentos ( como a Higitec), esse tipo de empresa consegue identificar de onde vem os vazamentos e indicar onde se deve quebrar para consertar o vazamento.

Parte Elétrica

Em imóveis muito antigos é necessário verificar o quadro de força, pois neles é fácil achar sistema de fusíveis, neste caso é imprescindível trocá-los por disjuntores. Fios antigos também devem ser trocados, evite correr perigo com curtos-circuitos.

Quadro de Energia Antigo

Acredite ainda há casas com esse tipo de caixa de distribuição, imagine como não estão os fios internos!

As caixas de distribuição atuais tem aparência semelhante a essa abaixo

quadro-de-distribuicao

Imagem da construfácilrj.com

Verifique se há tomadas suficientes em cada cômodo, a escassez de tomadas nos faz ligar vários aparelhos em um único ponto, sobrecarregando o sistema elétrico.

Troque os conduítes de ferro por peças feitas de plástico e, se no imóvel eles já forem de plástico veja se estão em bom estado, pois se estiverem ressecados, também precisam ser substituídos por novos.

Esquadrias

As janelas e portas de madeiras precisam ser analisadas, elas estão empenadas? Foram atacadas por fungos ou cupins?

Se as peças forem de ferro, verifique se apresentam ferrugem.

Corrija os problemas que descobrir durante essas checagens, você não poderá iniciar um processo de decoração sem antes resolver os problemas estruturais existentes.

E lembre-se que, desde 18/04/2014, a ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, determinou que, para resolver qualquer problema de origem estrutural é necessário contratar um arquiteto ou engenheiro para fazer o projeto antes de seguir com a obra.

Essa é uma medida necessária, que garante a segurança dos moradores de casas e apartamentos e por isso deve ser seguida.

Feita a vistoria do imóvel e resolvidos possíveis problemas estruturais, você já pode começar a montar e decorar a sua casa!

Produtos Indicados para Você
Curso Mãos à Horta
Curso Mãos à Horta
Acessar
Você pode ter a sua horta em qualquer espaço, vai aprender a cultivar sem veneno e entender porque sua horta não dava certo.
Curso: Organização Doméstica
Curso: Organização Doméstica
Acessar
Aprenda o passo a passo definitivo do processo de organização!
Fabricando Móveis de Pallet
Fabricando Móveis de Pallet
Acessar
O guia definitivo para fabricar seus móveis de pallet sem erros!
Manual Como Cuidar de Orquídeas
Manual Como Cuidar de Orquídeas
Acessar
Aprenda definitivamente como cuidar de orquídeas de maneira fácil, sem precisar de habilidades especiais!

Vai decorar a casa? 

Deixe um Comentário